8 Motivos para Ignorar o Curto Prazo (De uma Vez por Todas!)

curto-prazo
Se você achava que iria ficar rico investindo no curto prazo, acho melhor pensar de novo.

Pare de focar no curto prazo, foque no longo prazo!

Será que é tão difícil entender isso?

Vou tentar explicar de uma forma mais fácil.

Sabe aquela história que você deve observar uma figura do alto, distante, para que possa entender melhor o que ela quer dizer?

O mesmo vale para investimento em ações.

Olhar de perto, ou seja, no curto prazo, não vai ficar claro para o investidor porque ele deveria investir em ações no longo prazo.

Apenas observando em uma escala de tempo maior, no longo prazo, é que a ideia de investir fará sentido em todos os aspectos.

Antes mesmo de começar a investir, é importante saber de duas coisas:

  1. Você deve compreender claramente o mercado e os riscos associados a ele.
  2. Se você precisar de dinheiro em um curto período de tempo, opte por investimentos em renda fixa, se possível pós-fixada que siga a taxa de juros (por serem de menor risco).

Sabendo disso, você deve ignorar de vez os movimentos de curto prazo do mercados ações.

Continue lendo o artigo que você vai entender melhor porque.

A Tara pelo Curto Prazo

As pessoas possuem uma verdadeira tara pelo curto prazo.

Ficam observando as oscilações diárias dos preços das ações, alguns ficam nervosos, ansiosos, outros até chegam a torcer ou rezar para que o mercado oscile na direção que ele deseja. E isso é mais comum do que você imagina.

Eu mesmo já passei por isso e até hoje tenho que lutar contra emoções e vieses cognitivos para evitar esse comportamento.

Mas, mesmo sabendo que é prejudicial, porque as pessoas tem uma verdadeira tara pelo curto prazo?

As Pessoas preferem Atalhos

A verdade é que a grande maioria das pessoas preferem atalhos, caminhos curtos, rápidos, de forma que fiquem ricos rapidamente.

Elas não gostam de deixar para o futuro, não gostam de planejar, preferem ganhar a “grande tacada” nos investimentos ou negócios no curto prazo e assim ficarem ricos.

Simples assim.

O futuro parece distante demais.

Pensar em 20, 30, 40 anos é tempo demais para que as pessoas consigam ter noção do que realmente é longo prazo.

Por isso as pessoas preferem o curto prazo, os atalhos, o imediato.

E é por isso que quebram a cara.

Adrenalina e Excesso de Confiança

Some toda esse desejo pela “grande tacada” com o fato das pessoas gostarem de operar.

É como se recebessem uma certa adrenalina ao participar dos fluxos e da dinâmica do curto prazo.

Agora junte adrenalina ao excesso de confiança, as pessoas vão começar a acreditar que podem vencer o mercado.

As pessoas realmente acham que podem ficar ricos da noite para o dia. Elas acham que conseguem fazer o famoso timing.

Seja vendendo todas suas ações antes que o mercado desabe (tentando prever o próximo Crash, notícias ruins, eventos negativos, etc), ou comprando muitas ações em um único momento (acreditando que o preço do mercado vai bombar, que vai sair alguma notícia infalível, ou porque acredita fielmente nos gráficos).

A verdade é que entrar no mercado de ações com pensamento de curto prazo, além de ser uma estratégia altamente arriscada, em 99% das vezes vai acarretar em prejuízo.

Além de todo fator psicológico, o caminho da especulação não é consistente para o acúmulo de patrimônio e riqueza.

Ninguém fica rica rápido dessa forma.

Definitivamente investir o dinheiro em ações na esperança de ficar rico rápido não é um caminho sustentável.

Continue lendo artigo e descura 8 motivos que explicam porque ignorar o curto prazo de uma vez por todas.

No curto prazo o mercado é uma máquina de votação. No longo prazo, uma máquina de pesagem.”


– Benjamim Graham

8 Motivos para Ignorar o Curto Prazo

Existem diversos motivos para ignorar o curto prazo quando for investir em ações e na renda variável.

Contudo eu acredito que essa lista com 8 motivos são os mais importantes.

Espero que te convençam a não correr atrás da busca pela riqueza no curto prazo, da busca pela “grande tacada”.

Vamos lá.

#1 – Curto Prazo é Especulação, Não Investimento

O curto prazo no mercado é basicamente fluxo.

Isso é significa que, no curto prazo, o mercado é governado pela lei da oferta e da demanda.

As pessoas que buscam remunerar seu capital na bolsa de valores com dígitos muito acima da média e em um curto espaço de tempo está na verdade especulando, não investindo.

O investimento sensato e inteligente é aquele que, após as devidas análises dos ativos, dos riscos e dos retornos, espera-se trazer um retorno um pouco acima da média, nada espetacular.

Todos aqueles que buscam retornos demasiadamente alto, assumindo posições excessivamente arriscadas,  está especulando.

A pessoa que deseja ser bem sucedida como investidor precisa desenvolver uma mentalidade de longo prazo, focando nos fundamentos adjacentes aos ativos investidos (como as ações, que estão relacionados aos negócios de empresas e os fundos imobiliários, ativos atrelados a investimentos imobiliários).

curto prazo especulação
“Assim que nos resgatarem, eu não posso esperar até que possamos começar a trabalhar na próxima bolha.”

#2 – Ninguém Sabe o Que Vai Acontecer

Tentar prever o que o mercado fará a curto prazo é pura perda de tempo.

Porém, isso não impede que as pessoas tentem.

O ser humano tem medo do imprevisível, do inconstante, daquilo que não tem controle.

Para evitar que o caos explique movimentos irracionais, o homem prefere encontrar uma lógica ou explicação racional para movimentos de curto prazo.

Isso o faz se sentir no comando.

Isso é explicado por um viés cognitivo conhecido como ilusão de controle.

Para nos proteger, nosso cérebro primitivo cria diversas ilusões, fazendo-nos acreditar que temos domínio da situação, e pior, que podemos PREVER os movimentos de mercado.

Fique atento da próxima vez que ler alguma notícia em sites de economia, em corretoras, na mídia, ou qualquer outro veículo de comunicação.

Além de buscarem motivos para explicarem as oscilações de curto prazo (coisa que por si só é impossível), eles sempre lançam suas previsões para o mercado de ações, seja semana, mês ou ano que vem.

Meu conselho é: Ignore a todos que tentarem te explicar os movimentos de curto prazo ou tentarem fazer algum prognóstico do futuro.

Isso inclui você mesmo.

bola-de-cristal no curto prazo
Ninguém consegue explicar ou prever os movimentos de mercado. Cuidado com a Ilusão do Controle! Deus NÃO nos deu o dom de prever o futuro!

#3 – Os Juros agem no Tempo

A “mágica” dos juros compostos só é possível se você deixar o tempo correr.

Os juros sobre juros é que farão seu capital crescer de forma exponencial.

Se você entra e sai de operações no curto prazo, está deixando de se beneficiar do tempo.

Quer ficar rico como?

Cada centavo economizado é um centavo ganho, este é o conceito que funciona em todo lugar do mundo.

Albert Einstein chamou os juros compostos de “a maior descoberta matemática de todos os tempos”.

Nós pensamos que isso é verdade, em parte porque, ao contrário da trigonometria ou cálculo que você estudou no colégio, os juros compostos podem ser aplicados à vida cotidiana.

A riqueza dos investimentos só pode ser alcançada quando os juros compostos agem.

Se você vive comprando ou vendendo, não esta se beneficiando dos juros compostos.

Faça as contas!

juros compostos
Operações de curto prazo não permitem que os juros compostos possam agir (e por isso nunca vai permitir alcançar a riqueza).

#4 – Você Vai pagar Mais

Quanto menor o prazo operado (diário, intra diário, etc), mais operações serão feitas.

Quanto mais operações, mais custos.

Quais custos?

Basicamente são:

  • Taxa de Corretagem: pode ser um valor fixo ou um valor variável, proporcional ao volume total das operações realizadas. Esse custo varia de acordo com a corretora.
  • Emolumentos, liquidação e serviços: A BM&FBovespa cobra dos investidores taxas para cobrir os custos operacionais relacionados à realização de negócios no mercado de ações. São percentuais que incidem sobre o valor de cada operação realizada.
  • Imposto de Renda: Caso você obtenha lucro nas operações de compra ou venda de ações, caso tenha operado uma soma maior que R$ 20 mil no mês, vai ter que pagar impostos.
  • Spread:  diferença de preço que os vendedores querem vender e os compradores comprar.

No curto prazo você entra e sai de operações muito rápido, de forma que vai pagar mais taxas de corretagem, emolumentos, taxas de liquidação, serviços, impostos de renda e muitas vezes vai ter que pagar o que estiver sendo oferecido.

#5 – Não é Sustentável

A estratégia de capital alocado a risco não é sustentável.

Ninguém vai ficar rico dessa forma!

Os traders profissionais, que estão acostumados a gerenciar o risco, a perder e a ganhar, sabem disso muito bem.

Sabe o que eles fazem?

O dinheiro que eles alocam para o risco é uma pequena parte do seu patrimônio.

Essa pequena parte é dividida em várias outras menores. Dessa forma o risco é diluído em diversas operações.

Grande parte dos lucros são usados para potencializar seus investimentos de longo prazo.

Mas você não é profissional.

Meu conselho: Não Especule!

A atividade de trader é muito séria, altamente complexa, difícil e não é garantia de nada.

trade no curto prazo
Fazer trades para tentar vencer no curto prazo não é sustentável!

#6 – Vai vender no Fundo

Não adianta.

Vai vender no fundo!

Quem está focado em preço e curto prazo na maioria das vezes é amador e especulador novato.

Não vai aguentar a volatilidade do curto prazo e vai vender no fundo.

Isso pode ser facilmente explicado por um viés cognitivo conhecido como aversão à perda.

As pessoas sentem muita dor quando perdem algo. Essa dor é cerca de 2 vezes maior do que o prazer de ganhar.

Para se proteger de mais perdas dos movimentos de curto prazo, como é difícil conviver com ela, o “investidor” zera sua posição e amarga os prejuízos.

Isso deve ser evitado!

O investimento feito para o longo prazo não pode ser liquidado pelas oscilações de curto prazo.

Você deve focar no valor dos seus ativos, não no preço de mercado.

Operar no curto prazo vai trazer muita pressão, principalmente psicológica. Resultado: vai vender no fundo e vai ter prejuízos.

#7 – Cuidado com a Falácia do Apostador

Cuidado com a frase: “Dessa vez vai ser diferente”.

Você pode estar sendo enganado por um viés cognitivo conhecido como falácia do apostador.

Também conhecida como falácia do jogador ou falácia de Monte Carlo  – é uma heurística em que uma pessoa pensa que a probabilidade de um resultado mudou, quando, na realidade, tem permanecido o mesmo.

O maior exemplo dessa falácia é a pessoa que acredita que se uma moeda é jogada 10 vezes e dá cara toda vez, ela passa creditar que a probabilidade de de dar cara pela 11ª vez seria muito baixa.

A verdade, porém, é que a probabilidade de uma moeda dar cara ou coroa é de 50% SEMPRE que a moeda é jogada. A probabilidade permanece a mesma.

A falácia do apostador afeta muito mais quem observa no curto prazo, baseado em movimentos e volatilidade de preço.

“Já caiu demais.”, ou mesmo “Essa ação já subiu, está esticada, agora vai fazer uma correção em breve”. 

Muito cuidado com essas afirmações.

Para evitar a falácia do apostador, o investidor deve focar suas análises e decisões em fundamentos.

Quem investe de forma consciente, baseado em valor e fundamentos, estará bem mais protegido do que aqueles que encaram o mercado como um jogo de apostas, e pior, tentam prever os movimentos de preço.

curto prazo apostas
Cuidado com a falácia do apostador. A bolsa não é um cassino para que você aposte acreditando que as probabilidades estarão ao seu lado na próxima jogada.

#8 – Alta dose de Adrenalina: vai passar sufoco!

Curto prazo vai fazer você suar frio.

Vai tirar seu sono.

Acredite, eu sei o que estou dizendo. Quando era iniciante eu acreditava nisso.

A ilusão do controle, excesso de confiança, aversão a perda e a falácia do apostador são alguns vieses que vão te trazer prejuízos no mercado.

Some isso ansiedade de realizar operações vai fazer com que você fique acompanhando as cotações a todo momento, preocupado com sua posição.

Ou seja? Vai acabar com sua saúde.

Portanto, esqueça de uma vez o curto prazo.

curto prazo causa sufoco
O Curto Prazo vai trazer ansiedade e diversos outros sentimentos negativos – todos péssimos para a saúde.

CONCLUSÕES

As pessoas preferem o curto prazo porque parece mais palpável do que aguardar décadas.

Ao invés de focarem no valor dos negócios, as pessoas focam no preço das ações do mercado. Ficam vidradas nas oscilações diárias, acreditando que vão conseguir vencer o mercado nesse jogo de tentar adivinhar o fundo ou o topo.

O caminho da especulação e do curto prazo é perigoso e atrai grande parte das pessoas que entram na bolsa.

O longo prazo parece distante demais e esse é o grande problema que pode levar a prejuízos enormes.

Isso ocorre devido a falta de ensinamento adequado.

Neste artigo vimos 8 grandes motivos para ignorar de vez o curto prazo em seus investimentos. Foram eles:

  1. Curto Prazo é Especulação, Não Investimentos
  2. Ninguém Sabe o que Vai Acontecer
  3. Os Juros agem no Tempo
  4. Você Vai Pagar Mais
  5. Não é Sustentável
  6. Vai vender no Fundo
  7. Cuidado com a Falácia do Apostador
  8. Alta dose de Adrenalina: vai passar sufoco!

Se quiser sobreviver na bolsa de valores, precisa deixar de lado essa tara de querer ficar rápido, de operar, de achar que vai bater o mercado.

Não, você não vai.

As pessoas esquecem de um ação faz parte do capital social de uma empresa.

Você precisa esquecer de uma vez o curto prazo quando for investir em ativos de renda variável.

O que interessa é desempenho financeiro,  retorno do capital, e os fundamentos e características dos negócios da empresa.

Fique atento ao seu comportamento.

Bons investimentos!

Fontes de consulta

  • http://www.theglobeandmail.com/globe-investor/investor-education/find-where-happiness-and-regret-balance/article15568829/
  • http://pensologoinvisto.cvm.gov.br/serie-vieses-comportamentais-falacia-do-jogador/
Receba novidades por email (é grátis!)

Coloque o seu email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!

Respeitamos sua privacidade. Nunca enviamos SPAM!
8 Motivos para Ignorar o Curto Prazo (De uma Vez por Todas!)
5 (100%) 6 votes