Warren Buffett

Warren Buffet (Fonte: Norm Betts/Bloomberg News)
Warren Buffett: Maior investidor em valor de todos os tempos. (Fonte: Norm Betts/Bloomberg News)

 

Nascido em 1930 em Omaha, Estados Unidos, Warren Buffett é conhecido mundialmente como o “Oráculo do Omaha” e amplamente visto como um dos investidores mais bem sucedidos da história.

Buffett diz que seu melhor investimento foi em ter comprado o livro de Benjamin Graham chamado “The Intelligent Investor”, em 1949. Mais tarde, ele estudou com Graham antes de se mudar para Nebraska e adquirir em 1962 a Berkshire Hathaway, uma empresa têxtil.

A Berkshire Hathaway se tornou em um gigantesco conglomerado de empresas e negócios. Hoje, é uma das maiores empresas da América e tem dezenas de subsidiárias, inclusive em ferrovias, seguros e energia.

Em 2013, a Berkshire Hathaway faturou US$ 182 bilhões em receitas e US$ 19,5 bilhões em lucro líquido. Constantemente Buffett aparece como a terceira ou quarta pessoa mais rica na lista dos mais ricos.

Buffett continua fazendo grandes negócios até os dias atuais. Em novembro de 2015 a Berkshire Hathaway comprou a fabricante de baterias do mundo Duracell da Procter & Gamble por US$ 4,7 bilhões.

No início de fevereiro de 2015, foi a quarta empresa pública mais valiosa os EUA com uma capitalização de US$ 355 bilhões de valor de mercado.

Além de um grande investidor, Buffett sempre foi um generoso filantropo. Em julho de 2014 superou seu próprio recorde em doações, doando ações da Berkshire no valor de US$ 2,8 bilhões, principalmente para a Fundação Bill & Melinda mas também às fundações de seus filhos, o que soma quase US $ 23 bilhões em doações ao longo de sua vida.

História de Warren Buffett

Warren  iniciou sua educação precoce em Omaha Rose Hill Elementary School. Seu pai, Howard Buffett, foi um político americano, um duro crítico do New Deal, política externa e interna intervencionista. O pai de Buffett foi eleito pela primeira vez como o membro do Congresso, em 1942, um ano depois de Buffett comprar sua primeira ação.

O primeiro investimento

Durante 1941, quando Warren Buffett tinha apenas 11 anos de idade, ele fez seu primeiro investimento em ações: comprou 6 ações preferenciais da Cities Service (3 ações para si mesmo e 3 para a sua irmã, Doris), a um custo de US $ 38 por ação. Tempos depois o valor da empresa caiu para US$ 27, mas logo em seguida subiu de volta para US $ 40. Warren & Doris venderam suas ações. Quase imediatamente, as ações dispararam até mais de US $ 200 por ação.
Depois disso, Buffett se mudou com sua família para Washington, DC, e foi inscrito na Alice Deal Junior High School, onde concluiu o ensino fundamental. Em 1944, com 14 anos de idade, ele apresentou sua primeira declaração de imposto de renda.

Primeiros negócios

Em 1945, Warren, estava ganhando US $ 175 ao mês entregando jornais da Washington Post. Com apenas 14 anos, ele economizou mais de US $ 1.200 e usou esse dinheiro para comprar 40 acres de terras agrícolas.
Em 1947, Buffett decidiu investir US $ 25 com um amigo para comprar uma máquina de pinball e colocá-lo em uma barbearia próxima. Dentro de alguns meses, o seu negócio começou a crescer e, a partir de uma máquina, eles foram capazes de economizar dinheiro suficiente para comprar mais máquinas. . Em poucos meses, ele já possuía três máquinas em três locais diferentes. O negócio é vendido no final do ano por US $ 1.200 para um veterano de guerra.
Em 1950, quando tinha apenas 20 anos, Buffett economizou US $ 19.800. Em 1952, ele foi para a companhia de seguros GEICO, em Washington, DC. Lá ele conheceu seu Vice-Presidente Lormer Davidson e, com ele, discutiu o negócio de seguros. Por coincidência ou não, a GEICO iria desempenhar um papel importante na vida de investimento de Buffett, pois atualmente a empresa faz parte do portfólio de negócios da  Berkshire Hathaway.
Após o colegial, Buffett fez a pós-graduação da Universidade de Columbia. Primeiramente, ele queria trabalhar para Wall Street mas depois decidiu trabalhar em Omaha como corretor.
Buffett fez também o curso de Dale Carnegie sobre como falar em público. Este curso permitiu-lhe ensinar os “Princípios de Investimento” na Universidade de Omaha. A maioria de seus alunos eram quase o dobro de sua idade.
Enquanto estava lecionando, ele comprou um posto de gasolina da Sinclair Texaco. Infelizmente, este negócio acabou por ser um investimento sem êxito.

As parcerias de Warren Buffett

Em 1952, com 22 anos de idade, Buffett foi contratado para trabalhar na Graham & Newmann, em parceria com Benjamin Graham. Seu salário inicial na época era de US $ 12.000. Benjamin Graham se aposentou em 1956 e a parceria havia acabado. Durante este tempo, Buffett conseguiu fazer uma poupança de mais de US $ 174.000.

Em seguida ele começou a Buffett Partnership Ltd, em Omaha. A partir daí o negocio com parcerias para investimentos não parou mais.

Em 1957, a empresa de Buffett cresceu para três parcerias. Em 1959, haviam seis parcerias operacionais e em 1960, ele tinha sete parcerias operando como Buffett Associates, Fundo Buffett, Dacee, Emdee, Glenoff, Mo-Buff e Underwood.

Quando as primeiros parcerias de Buffett saíram do papel, ele não suportava as pessoas criticando-o quando as ações caiam, então ele só convidou seus amigos e familiares para a primeira parceria.

A primeira parceria Buffett Associates, Ltd. tinha US $ 105.100 em capital. Ele tinha seis parceiros além de si mesmo, o que levou o total para sete pessoas.

A fórmula de compensação era simples. Os investidores recebiam 4% de juros sobre o seu dinheiro a partir da parceria. Após essa margem, Buffett tinha 50% do ganho, e os sócios os outros 50%. Se houvesse uma perda, Buffett assumia 25%. Isso significa que se ele mesmo quebrasse; ele perdia dinheiro. Sua obrigação de pagar as perdas não se limitou à sua capital; era ilimitado.

Buffett também tinha um pouco de parceria com seu pai, chamado Buffett & Buffett, sobre a qual ele cobrada nenhuma taxa.

Foi nos anos que se seguiram que Warren começou a estabelecer outras parcerias de investimento. No dia 1º de setembro de 1956, ele levantou $ 120.000 a partir de Homer Dodge, um professor de física que tinha frequentado a Universidade de Harvard. Com ele, Warren criou o Fundo Buffett, Ltd. Este segunda fundo tinha mais dinheiro do que a parceria Buffett Associates, Ltd.

Então, em 1 de Outubro de 1956, Warren fundou uma outra parceria para um amigo dele, John Cleary, que foi secretário de seu pai no Congresso. (Pai de Buffett serviu na Câmara dos Deputados.) Ele tinha um capital de US $ 55.000.

Em junho de 1957, Buffett começou mais uma parceria chamada Underwood, que foi instalada por um dos parceiros originais de Buffett Associates, Ltd., Elizabeth Peters, com US $ 85.000.

Em 5 de Agosto de 1957, Buffett começou o que era a sua quinta parceria, excluindo Buffett & Buffett com seu pai, que foi chamado de Dacee. Eddie Davis e sua esposa Dorothy Davis entregou para Buffett administrar US $ 100.000 para si e seus três filhos.

Em 5 de maio de 1958, Dan Monen e sua esposa, Mary Ellen, formaram a base da próxima parceria da Warren, chamado Mo-Buff. Eles colocar em US $ 70.000.

Em fevereiro de 1959, foi criada a sétima parceria de Buffett foi chamada Glenoff, e consistiu de US $ 50.000 contribuído por um empresário local e dois filhos em uma das famílias mais proeminentes de Omaha.

Em 1959, Buffett, que tinha contribuído com apenas US $ 100 a cada parceria. Ele ganhava taxas de administração e, contando lucros reinvestidos, de US $ 83.085, possuía aproximadamente 9,5% das parcerias combinadas devido ao seu  alto desempenho.

Clássico Investidor em Valor

Durante esses primeiros anos administrando diversos fundos e parcerias, Warren Buffett era um clássico investidor em valor  e  geralmente comprava empresas cujo as ações eram negociadas abaixo do valor intrínseco.

Ele tinha três estratégias principais, as quais ele dava nomes especiais:

  1. Em primeiro lugar, Buffett tinha os seus “generais“, que eram geralmente ações subavaliadas  em que ele não tinha nada a dizer sobre as políticas corporativas. As “Generais” compunham a maior parte da carteira de Buffett.
  2. Em seguida, haviam as  “work-outs”, que eram ações desvalorizadas em que era necessário algumas decisões corporativas para o desequilíbrio do mercado se corrigir.
  3. E, finalmente, as situações de “controle“, onde Buffett  influenciava completamente as políticas da empresa, a fim de desbloquear o valor.

Investimento na Commonwealth Bank

Um de seus primeiros investimentos foi no Commonwealth Bank. Ele pensou que era um banco de alta qualidade que foi crescendo o valor intrínseco ao longo do tempo. Aqui está como ele resumiu seus pensamentos sobre esta ação em particular em 1959, que ele achava que tinha um valor intrínseco atual de US $ 125 por ação:

“Então, aqui, tivemos um banco muito bem gerido com um poder de lucro substancial sendo vendido com um grande desconto em relação a seu o valor intrínseco. Observamos uma combinação de 1) características defensivas muito fortes; 2) construção sólida de valor a um ritmo satisfatório, e; 3) a evidência no sentido de que, eventualmente, o valor intrínseco seria desbloqueado, podendo ser em um ou dez anos. Se este último fosse verdade, o valor presumivelmente teria sido construído para ser consideravelmente maior, digamos, US $ 250 por ação. “

Investimento na Dempster Mill Mfg

Outro investimento inicial foi na Dempster Mill Mfg. Este foi de fato uma emrpesa “general”, que se tornou um “work-out” e, em seguida, transformado em uma situação de “controle”.

As ações da Dempster foram adquiridas pela primeira vez pelas parcerias de Buffett durante 1956, quando as ações da empresa estavam sendo negociadas a US $ 18. O valor contábil estava em US $ 72 por ação, com US $ 50 por ação do ativo circulante.

A Dempster tinha sido uma empresa altamente rentável, mas quando Buffett começou a comprar, ele só foi quebrar mesmo. Entre 1956 e 1961, Buffett tornou membro no conselho de administração. Com esta posição, ele foi capaz de conhecer a empresa de dentro para fora e rapidamente percebeu o que estava acontecendo de errado. Após este período de observação, Buffett fez o seu movimento. Com suas parcerias segurando 70% das ações em circulação da Dempster, em 1961 Buffett substitui a equipe de gestão, cortou custos e vendeu ativos.

Depois de uma reestruturação bem sucedida, que durou apenas um ano, durante 1963 Buffett vendeu a Dempster por cerca de US $ 80 por ação. Um ganho total de 186% com base no custo de aquisição de US $ 28 por ação.

Investimento na Sanborn Map Co.

Durante 1958 e 1959 Buffett fez uma grande aposta. Trinta e cinco por cento dos ativos líquidos da parceria foram canalizados para um único investimento; Sanborn Map Co. Sanborn nunca foi considerado um “general”. Buffett comprou com a intenção de desbloquear o valor do negócio dentro de um ano.

Sanborn produzia mapas detalhados de todas as cidades dos Estados Unidos, um negócio em que a empresa tinha um monopólio por cerca de 75 anos. Infelizmente, durante o inicio dos anos 50, a venda de seus mapas despencaram e os lucros caíram 80% entre o final dos anos 1930 e 1959.

No entanto, Sanborn havia construído uma carteira de investimentos desde final dos anos 30. Buffett analisou que, durante 1958, a carteira de ativos do Sanborn valia cerca de US $ 65 por ação, embora no momento as ações da Sanborn estavam sendo negociadas a apenas US $ 45 por ação.

Através de vários meios, Buffett assumiu o controle de cerca de 50% das ações em circulação da Sanborn e começou a administrar mudanças. Seu plano era separar carteira de investimentos da empresa e re-energizar o negócio com mapas – ainda havia clientes que estavam dispostos a pagar por serviços de Sanborn (a empresa ainda hoje existe).

Apesar de não existir um preço exato por ação de venda da Sanborn, é razoável supor que Buffett vendeu a carteira de investimentos por pelo menos US $ 65 por ação. Um ganho de 44% em um ano.

Investimento na Berkshire Hathaway

Berkshire Hathaway era originalmente uma das situações de Buffett profundas valor “work-out”, que devido ao ego de Buffett, acidentalmente se tornou uma situação de “controle”. Duvido que ele poderia ter percebido o que a pequena empresa têxtil iria se tornar.

Buffett começou a comprar Berkshire durante 1962 a um preço de US $ 7,60 por ação, um preço deprimido que reflectiu um moroso processo de reestruturação. Como de costume, Buffett continuou comprando, trabalhando-se um custo médio de US $ 14,86 por ação em 1965. Berkshire tinha capital de giro de US $ 19 por ação.

No entanto, a administração da Berkshire se tornou pouco cooperante e se recusou a trabalhar com Buffett para desbloquear valor. Então, Buffett assumiu o controle da empresa e da Berkshire Hathaway que conhecemos hoje nasceu.

Buffett usou o dinheiro de operações têxteis da Berkshire para comprar várias companhias de seguros. Em seguida, ele tropeçou na ideia de usar o “float” de suas subsidiárias de seguros para investir em outros lugares, principalmente em ações picaretas focados que seriam realizadas para o longo prazo. Buffett tem muito tempo evitou uma carteira diversificada de ações em favor de um punhado de investimentos confiáveis que seriam sobrepeso, a fim de alavancar o retorno antecipado.

Hoje, Berkshire é controladora integral da GEICO, BNSF, Lubrizol, Dairy Queen, Fruit of the Loom, Helzberg Diamonds, FlightSafety International, e NetJets, dono de metade da Heinz e uma porcentagem não revelada de Mars Incorporated, e tem participações minoritárias significativas na American Express, The Coca-Cola Company, Wells Fargo, IBM and Restaurant Brands International.

Warren Buffett: Livros

  • Warren Buffett e a Análise de Balanços
  • Bola de Neve
  • Buffett – A formação de um capitalista americano
  • Warren Buffett – Estratégias de Investimento do Maior Investidor do Mundo

Frases de Warren Buffett

The key is having more information than the other guy – then analysing it right and using it rationally.
— Warren Buffett

 

Successful Investing takes time, discipline and patience. No matter how great the talent or effort, some things just take time: You can’t produce a baby in one month by getting nine women pregnant. — Warren Buffett

Seu objetivo como investidor deveria ser simplesmente comprar, a um preço racional, uma participação num negócio que é fácil de entender, e cujos lucros vão ser significativamente mais altos daqui 5, 10 e 20 anos. Com o tempo vai descobrir que poucas empresas se encaixam neste padrão. Por isso, se descobrir uma, você deve comprar uma quantidade significativa de suas ações. Você também deve resistir à tentação de se desviar de suas diretrizes. Se não estiver disposto a manter uma ação durante 10 anos, evite mantê-la por 10 minutos. Junte uma carteira de empresas cujos lucros marcham para cima ao longo dos anos, e o valor do mercado da carteira marchará junto. — Warren Buffett

Investimento inteligente não é complexo, o que tampouco signifique que seja fácil. O que um investidor precisa é de uma capacidade para avaliar corretamente negócios selecionados. Note a palavra “selecionados”: não precisa ser um especialista em todas as empresas, nem, necessariamente, em muitas. Você só precisa ter a habilidade para avaliar as empresas que ficam dentro de seu círculo de competência. O tamanho do círculo não é muito importante; o conhecimento de suas extremidades, no entanto, é vital. — Warren Buffett

Investors have to remember: corporate profits are going up, but stocks are going up faster. How can that continue indefinitely? Investors can only earn what companies themselves can earn; the government or the markets themselves don’’t kick anything in. How can you get anything more out of a farm than what it grows?  There’’s nothing magical added by the stock market to corporate returns. It just doesn’’t create more earnings to pay out to investors. If you trace out the mathematics of the market’’s logic, you begin to see the limits to the logic. — Warren Buffett, BRK Annual Meeting 1999

Fontes

  • http://www.valuewalk.com/warren-buffett/
  • Investopedia
  • http://www.buffettfaq.com/
  • http://www.quoteswise.com/warren-buffett-quotes.html
Warren Buffett
5 (100%) 1 vote